quinta-feira, 26 de novembro de 2009

LUTO





O Cri-crítico está de luto pelo desencarne de Herbert Richers (Araraquara, São Paulo, 11 de março de 1923 – Rio de Janeiro, 20 de novembro de 2009).

Foi uma honra ter trabalhado para o senhor. Obrigado por ter realizado o meu sonho de infância.

Saudoso abraço,
Leo Pinheiro

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

MÍDIA

Sai: Cinema
Entra: Música









'Ritmo' é o nome da nova campanha publicitária da rede varejista Hortifruti.

Na tentativa de repetir o êxito dos bem-humorados comerciais que parodiavam sucessos de Holywood e do Cinema Nacional, a MP Publicidade, do Espírito Santo, criou uma nova campanha para o cliente Hortifruti.

São peças publicitárias para mídia impressa e televisiva com versões de clássicos do cancioneiro poupular.

A primeira música devidamente adaptada é 'Amanheceu peguei a viola', de Renato Teixeira, que na versão dos anunciantes ficará assim:

'Amanheceu, peguei graviola
botei na sacola e fui viajar'

Os criadores apostam no sucesso dos novos anúncios, tanto que programaram a veiculação deles pelos próximos 12 meses!

A excessão acontecerá no período da Copa do Mundo da Africa do Sul, o qual a Hortifruti apresentará comerciais específicos, voltados para o futebol. No entanto, a MP não revela qual será a abordagem.

domingo, 8 de novembro de 2009

RIO

Uma imagem vale mais...











(Reprodução O Globo)

domingo, 1 de novembro de 2009

Figurinha Carimbada

Aberto o Requeijão


(Governador do Paraná dando bandeira sobre sua sexualidade)

Depois de um longo inverno, volto a postar a - já famosa e plagiada - coluna Figurinha Carimbada. E o 'homenageado' da semana não poderia deixar de ser o governador do Paraná Roberto Contra-Mão, que deu (no bom sentido) uma marcha ré nos direitos civis conquistados pelos homossexuais brasileiros.

Aliás, esta questão de dirigir (ou ser dirigido) de costas é muito complicada quando se trata do governador Aberto, já que ele é homofóbico assumido.

Como políticos são vaidosos (Ui!), Requebra A Mão não resistiu e, após culpar as paradas gays pelo aumento de câncer de mama masculino...

...

zzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz

(pausa para tentarmos entender a afirmação)

...fez questão de reaparecer na mídia para explicar que estava fazendo um alerta para o uso indiscriminado de hormônios e silicone.

...

(mais uma pausa)

Requeijão que não escorrega na maionese, ainda fez questão de ressaltar a sua luta contra o câncer, dizendo-se um dos mais ativos (ou seria passivos) defensores do exame de toque na próstata.

É de domínio público que os catarinenses são chamados de barriga verde porquê os políticos do Paraná têm limo nas costas, mas Requebrão não precisava entregar publicamente a sua predileção procto-urológica. É o típico caso em que a emenda foi pior do que o soneto.

E olhem vocês, caros leitores, que emenda é um dos assuntos favoritos dos políticos.

*O Cri-crítico condena a posição (ai!) do governador do Paraná e publica este post em apoio à Parada Gay, hoje, em Copacabana.